BUSCAR

15 de agosto de 2018

Motivacional:Tem momentos na vida que tudo parece que vai desabar não é mesmo?


Excelente Quarta Feira meu povo!! 
Tem momentos na vida que tudo parece que vai desabar não é mesmo? Mas "Seja forte e corajoso!Não tenha medo nem se desanime!" 1Cr: 22:13. Abraço arrochado do
Leanderson Amorim.


Foto: Elielma Santos 
Panelas-Pernambuco

2 de agosto de 2018

10 Tipos de Comida Nordestina Que Talvez Você Não Comeria Mas a Maioria Dos Nordestinos Amam

1-Bunda de Tanajura 

As formigas são consumidas em farofas, ao natural – crua, sem misturas -, torradas com água e sal, como aperitivo, acompanhando bebidas. Há outros modos de preparar o alimento, como o prato composto por abdomens ovados de tanajuras com arroz e feijão. Aí a formiga é utilizada como substituto da carne.

2- Testículo de Boi 

Os testículos cozidos têm sido usados na Índia e na China como estimulante sexual há tempos, e correm boatos de que os efeitos dessa carne sejam mais fortes do que os do Viagra. Isso porque, teoricamente, a testosterona do boi acaba dando uma “forcinha” pra quem encara esse menu.

3-Cabeça de Bode 

O modo de fazer a cabeça de bode é uma ciência, numa técnica que descarta boa parte do crânio do animal. Depois de meticulosamente limpa, por fim, é cozida.

4-Bofe de Boi 


Bofe de Boi ou "Pulmão de Boi" 

Por que usar o pulmão de boi? "Há várias razões para isso. Uma delas é o alto teor de ferro do pulmão. Para se ter uma idéia de comparação, o fígado, que é a maior fonte de ferro conhecida, tem três vezes menos ferro que o pulmão. Então, o pulmão é uma fonte potencial de ferro que não é explorada" 

O pulmão de boi nada mais é do que o popular bofe, uma carne que é mais consumida no Nordeste do país. Segundo os especialistas, a falta de hábito gera um desperdício, pois cada animal abatido rende cerca de dois quilos de pulmão bovino. 

Saudável e suficiente para reverter drasticamente quadros de anemia.


5-Tripa



Elas são lavadas por fora e por dentro. Para lavar por dentro, usa-se uma varinha fina para virá-la pelo avesso. Depois de lavadas são salgadas e colocadas ao sol para secar.



6 - Língua de vaca

A língua do boi é um órgão muito consumido pelas pessoas, principalmente por conta de um prato chamado sarapatel ou mesmo a famosa língua de vaca ao molho.



Antes de ir para o prato, a língua fica em um estado bem estranho na bandeja do açougueiro e toda cheia de sangue.



7 - Buchada de bode
A buchada de bode é um prato tradicional feito com as vísceras, fígado e rins do bode devidamente limpos, lavados, aferventados e cozidos.
É um prato bem típico do nordeste, mas que muita gente não tem coragem de apreciar por conta do aspecto e dos ingredientes que são utilizados para fazer.

8 - Sangue de galinha


O próprio nome já diz e mesmo assim muitas pessoas adoram comer. O sangue da galinha é cozido na panela de pressão e consumido no molho junto das outras partes do corpo da galinha caipira ou de granja.
Ele também é usado como aperitivo em bares.
Você já comeu alguma dessas comidas que mostramos na matéria? Mande seu comentário para gente!

9- Bife de fígado



O bife de fígado é considerado o terror da infância da criançada. Muita gente já teve que comer esse tipo de carne. Mas antes de estar prontinho e temperado no seu prato, ele fica disponível na prateleira do açougue cheio de sangue e junto de mais outros bifes de fígados.


10- Chouriço



Chouriço é basicamente uma linguiça onde são usadas tripas de porco para ser feito. O pior de tudo é que existem algumas versões onde são utilizadas sangue no preparo e depois cozidas.

27 de julho de 2018

“Alakazan - A Fábrica Mágica” - Shopping Metrô Itaquera prorroga a temporada do Circo dos Sonhos


DEVIDO AO GRANDE SUCESSO O SHOPPING METRÔ ITAQUERA PRORROGA A TEMPORADA DO ESPETÁCULO

 “Alakazan - A Fábrica Mágica”

Senhoras e senhores, preparem-se para uma grande viagem ao divertido universo de magia e fantasia do Circo dos Sonhos. No dia 29 de junho iniciou a temporada do espetáculo Alakazan - A Fábrica Mágica no Shopping Metrô Itaquera, e devido ao grande sucesso, a temporada foi prorrogada até 26 de agosto..

Dirigido por Rosana Jardim, o espetáculo conta com performances de grande impacto e números circenses de báscula, contorção, rola, malabares, monociclo, equilíbrio no arame, tecido aéreo, faixa e muita palhaçada. Alakazan - A Fábrica Mágica traz à cena o duelo entre os personagens Alan e Kazani, que disputam a atenção da pequena Ly, a já conhecida menininha do Circo dos Sonhos. Ly é uma criança curiosa, que toca e fotografa tudo ao seu redor. Em uma visita à Biblioteca, ela é surpreendida por Alan, que surge como num passe de mágica e lhe entrega um livro especial, retirando o tablet de suas mãos. Encantada pelo livro, ela pede que ele leia a história, mas quando ele inicia, é interrompido por um som de sinos. Quando os dois procuram de onde vem tal som, surge Kazani, que transporta todos para a Fábrica Mágica, um universo fantástico onde tudo é possível.

A cada badalar do sino e movimento das engrenagens, Ly é transportada para outro universo com novas atrações, sempre acompanhada pelo seu amigo Alan. Kazani não gosta da interação entre Alan e Ly e compete por sua atenção. Essa disputa irá seguir e se fortalecer até o último ato, onde ocorre o confronto final, quando Ly conseguirá transmitir aos dois o poder da amizade e união, mostrando que é possível compartilharem suas habilidades, assim como os livros e os tablets, que compartilham seus conhecimentos com seus leitores.

Sobre o Circo dos Sonhos

O Circo dos Sonhos pertence à família Jardim, que tem mais de 30 anos de tradição circense. Foi fundado em 2004, e já apresentou seus espetáculos para mais de 4 milhões de pessoas. Suas estruturas já visitaram diversos estados brasileiros, encantando com os elogiados espetáculos “Circo dos Sonhos - O sonho vai começar", “Circo dos Sonhos no mundo da Fantasia” e “Quyrey, uma aventura na selva”. Tendo como embaixador o artista Marcos Frota, o Circo dos Sonhos possui atualmente duas lonas que circulam pelo país, e conta com uma equipe de mais de 150 profissionais, entre eles costureiras, designers, artistas plásticos, produtores, diretores, marceneiros, serralheiros, figurinistas, cenógrafos, bailarinos, coreógrafos, acrobatas, malabaristas, palhaços, trapezistas, contorcionistas e produtores.

Além de produzir e levar entretenimento pelo país, a Família Jardim possui grande expertise na realização de oficinas e treinamentos, pois atua também em eventos corporativos, palestras, assessoria circense, locação de tendas e tensionados.

Sobre o ator Marcos Frota

Marcos Frota é ator exclusivo da Rede Globo de Televisão desde 1983, com mais de 30 papéis e destaque para as novelas “Cambalacho”, “América”, “O Clone”, “A Próxima Vítima“ e “Mulheres de Areia. Além de atuar, Frota é Presidente Voluntário da Universidade Livre do Circo, projeto social instalado na Quinta da Boa Vista com atendimento psicossocial e aulas de circo para 350 jovens de comunidades.


FICHA TÉCNICA
Elenco: Trupe Circo dos Sonhos

Direção Geral: Rosana Jardim

Direção Artística: Wander Rabelo
Produção Executiva: Luiz Jardim, Rody Jardim e Asdrubal Savioli

Gerente de Produção: Andreza Nalini

Produção Musical: Ricardo Fabio
Coreografias: Marcello Ramos

Maquiagem: Dark
Figurinos: Andreza Nalini e Rosana Jardim
Cenografia: Wander Rabelo e Wilson Melo

Ilustrações: Ment Ativa

Fotos: Renan Senra


SERVIÇO

O QUÊ: Alakazan - A Fábrica Magica

QUANDO: Estreou dia 29 de junho às 20h // Temporada Prorrogada até 26 de agosto

HORÁRIOS: Terças a sextas, às 20h // Sábados, domingos e feriados às 16h, 18h e 20h

ONDE: Av. José Pinheiro Borges, s/n - Itaquera – São Paulo (próximo ao Metrô Itaquera)

QUANTO: Setor Lateral - R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia entrada)*

Setor Frontal - R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia entrada)*


*Valor da meia entrada para crianças de 02 a 12 anos, estudantes e pessoas com mais de 60 anos.


VENDAS: Bilheteria do Circo - de terça a sexta, das 13h às 20h // No site www.tudus.com.br

CLASSIFICAÇÃO: Livre

DURAÇÃO DO ESPETÁCULO: 01h30

MAIORES INFORMAÇÕES: 11 2076 0087 - www.circodossonhos.com








Alto do Moura é um dos destinos de quem está curtindo festa de São João



Alto do Moura é um dos destinos de quem está curtindo festa de São João em Caruaru (Foto: Katherine Coutinho/G1)
O Alto do Moura é um bairro do município de Caruaru, capital do agreste pernambucano, localizado a cerca de 135 km do Recife. Reconhecido popularmente como o maior Centro de Artes Figurativas das Américas, no Alto do Moura praticamente toda casa é ateliê e todo morador é artesão que de maneira completamente orgânica e autogestionada construíram a uma das maiores comunidades artesãs do Brasil.


A arte do barro, passada de geração para geração, retrata cenas do cotidiano e dos costumes do povo nordestino. Mestre Vitalino, que começou a modelar bonecos aos seis anos de idade, foi o primeiro artesão da comunidade a ganhar reconhecimento nacional e internacional de seu estilo peculiarmente crônico e próprio. Nessa vanguarda o acompanharam grandes nomes como Mestre Zé Caboclo e Mestre Manuel Eudócio, esse último patrimônio vivo de Pernambuco dessa tríade que foi o pilar original do que é o Alto do Moura hoje. Graças à esse movimento inicial dessas três figuras que se deslanchou a aptidão do lugar pelo barro. Importante destacar que nesse processo de solidificação da arte figurativa na comunidade ocasionou um impacto definidor para a Feira de Caruaru, hoje patrimônio imaterial do Brasil, onde foi e ainda é comercializado uma parte da produção do Alto do Moura, esse artesanato figurativo foi durante todo esse tempo carro-chefe para o desenvolvimento da feira e porque não dizer do município de Caruaru.

O Alto do Moura uma comunidade de artesãos populares. Distante 7 km do centro da cidade de Caruaru, este povoado concentra mais de 1.000 artesãos que moldam dia-a-dia o homem nordestino, levando nossa cultura até os pontos mais distantes do nosso planeta. Lá, cada residência se transforma em ateliê, envolvendo toda a comunidade local, desde o mais simples ajudante àqueles que moldam o barro transformando-o em arte. Hoje, arte e artesãos vêem suas peças ultrapassarem as fronteiras do país, retratando uma terra, sua cultura, seu povo, sua gente.

Fontes: Imaginário Pernambucano, Prefeitura Municipal de Caruaru.

Solução Em Serviços