5 de abril de 2013

Sigla: CE
Habitante: Cearense 

O Ceará possui mais de 500 km de costa marítima, sendo um dos centros turísticos mais visitados do Nordeste. O território cearense, além do seu litoral, se alonga por extensões de serras e de sertões. Destacam-se os 220 km da chapada do Araripe e a floresta Nacional do Araripe, onde está a maior concentração mundial de fósseis, com mais de 65 milhões de anos.

O governo estadual tem atraído empreendimentos industriais para o interior. Nos últimos sete anos, em virtude dos benefícios fiscais, mais de 600 empresas nacionais e estrangeiras instalaram-se no estado. Mais da metade dos novos empreendimentos foram no setor industrial.

O Ceará, localizado no semi-árido nordestino, também enfrenta problemas com a escassez de água. A construção de diversas obras - canais, adutoras e açudes - se concretiza com a aplicação de verbas estaduais e federais, visando a melhoria da distribuição de água na região. Um exemplo é o açude do Castanhão, no vale do rio Jaguaribe, três vezes mais extenso que o açude de Orós - o maior açude público do Nordeste.

Os índices que medem a qualidade de vida no Ceará são baixos, quando comparados à média nacional. De acordo com pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde, em 1996, são ainda bastante altos os índices de mortalidade infantil, por conta da desnutrição e da baixa renda das famílias cearenses.
Pontos Turísticos 
Canoa Quebrada - antiga vila de pescadores, com suas falésias vermelhas.
Praias de Mucuripe e do Futuro, em Fortaleza.
Juazeiro do Norte - cidade que acolhe milhares de fiéis devotos de Padre Cícero, líder religioso e político da região do Cariri.
Fatos Históricos 
Em 1532, D.João III instituiu a capitania do Ceará, entregando-a a Antonio Cardoso de Barros, que não assumiu. As riquezas da terra abandonada atraíram a cobiça de estrangeiros. Por volta de 1610, expedições militares acompanharam colonos portugueses para explorar e proteger a região. O interior do estado passou a ser povoado em meados do século XVII, mesma época em que proprietários de outros estados, como Pernambuco, Alagoas e Paraíba, fogem dos holandeses e se estabelecem na região, colaborando no desenvolvimento da agropecuária.

Ceará se envolve na campanha abolicionista e na campanha republicana - Ceará e Amazonas são as primeiras províncias brasileiras a declarar oficialmente extinta a escravidão em 1884. Em meados do século XIX, já era reduzida a participação do trabalho escravo na província. No final do século XIX, milhares de cearenses fogem da seca, buscando trabalho nos seringais da Amazônia.

As obras contra a seca aumentam quando o governo federal aplica mais recursos no estado pelo Departamento Nacional de Obras contra a Seca (Dnocs), criado em 1943. Dezenas de açudes, alguns de grande capacidade, como o de Orós, Banabuiu e Araras, foram construídos a partir dos anos 40, no Ceará. Os recursos da Sudene a partir dos anos 60 e os incentivos fiscais da década de 70 fazem crescer principalmente os setores têxtil e alimentício. As condições favoráveis ao plantio do algodão possibilitaram a instalação, na região, de inúmeras indústrias têxteis.

Dados Gerais
Localização: norte da Região Nordeste 

Área: 145.711,80 km2 

População: 7.430.661 

Relevo: planalto, planícies e várzeas (Leste e Oeste) 

Ponto mais elevado: pico Serra Branca, na serra do Olho d'Água (1.154 m) 

Rios principais: Jaguaribe, Salgado, Conceição, Acaraú, Pacoti, Piranji 

Vegetação: caatinga em quase todo o território; vegetação de restinga e salinas em estreita faixa litorânea 

Clima: tropical 

Hora local: horário de Brasília 

Capital: Fortaleza 

Habitante: fortalezense 

População: 2.141.402 

Data de fundação: 13/4/1726 

Dados estatísticos, governo, economia, saúde, transportes, telecomunicações, visite os sites

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Você no Blog Nordestinos Paulistanos
jornalista cidadão.
Envie textos
fotos,
vídeos
Cultura,história da cidade,causos,linguajar,poesia,cordéis e muito mais.

TV Nordestinos Paulistanos

Mais Acessadas