12 de março de 2012

 
O Jegue Virou alimento para os Chineses
Os chineses desejam importar cerca de 300 mil jumentos e burros por ano. O alvo são os animais do nordeste. No mês passado foi firmado acordo entre os dois países para liberar asnos, conhecidos como burros e jumentos, utilizados na indústria de alimentos e cosméticos naquele país asiático. Em várias cidades do nordeste os referidos animais eram usados como meio de transporte. Com a facilidade na aquisição de motos os asnos perderam importância e mercado. Cotação R$20 e o dono encontra dificuldades para vender. Muitos vivem abandonados representando perigo nas estradas.

Uma linha de financiamento será criada para estimular a produção de burros e jumentos. No ano passado, no mês de junho, um grupo de empresários chineses conversaram com fazendeiros de varias regiões do nordeste – da Bahia ao Rio Grande do Norte. Foi criado o Projegue, mas o projeto ainda não deslanchou. A China abate 1,5 milhão de burros ao ano, que são produzidos no próprio país, na Índia e na Zâmbia. Os chineses despertarão interesse e em breve os fazendeiros estarão formando os seus rebanhos.

Em Vitória da Conquista e região a redução do rebanho de jumentos é evidente. Em futuro próximo será revelado o grau de interesse dos produtores da região na criação desses animais visando importá-los para a China.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Você no Blog Nordestinos Paulistanos
jornalista cidadão.
Envie textos
fotos,
vídeos
Cultura,história da cidade,causos,linguajar,poesia,cordéis e muito mais.

TV Nordestinos Paulistanos

Mais Acessadas