28 de abril de 2012


Com a maior costa do litoral brasileiro, formada por 1.181 quilômetros de praias, as belezas das igrejas centenárias da capital e do Centro Histórico, a primeira capital do Brasil (Salvador), a Bahia se destaca pelas belezas naturais e pela cordialidade e alegria de quem vive em uma das regiões mais visitadas e conhecidas do país. O Estado foi dividido nas seguintes microregiões turísticas: Baía de Todos os Santos; Chapada Diamantina; Costa das Baleias; Costa do Cacau; Costa dos Coqueiros; Costa do Dendê e Costa do Descobrimento.

Bahia de Todos os Santos
A região encanta com as 56 ilhas tropicais, praias e vegetação paradisíacas e pela riqueza histórica, representada nas igrejas, fortalezas, solares coloniais e fazendas, um verdadeiro retorno ao tempo do Brasil Colônia. Considerada a única Estância Hidromineral completa do País, a Ilha de Itaparica é a maior da região e famosa por sua “água fina que faz velha virar menina”, como diz a lenda. A Ilha de Maré integra o município de Salvador e se destaca pelo artesanato em renda de bilro e pelo doce de banana na palha.

Salvador, fundada há 48 anos após a descoberta da Baía de Todos os Santos, caracteriza-se por ser um local exótico e fascinante, resultado da mistura de costumes, crenças e tradições de diversas culturas vindas de vários continentes, resultando em uma grande riqueza cultural. A área do Pelourinho, muito visitada pelos turistas, apresenta um número apreciável dos melhores exemplares da arquitetura dos séculos XVII e XVIII, destacando-se a Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos.

A zona turística da Baía de Todos os Santos, além da capital Salvador, abriga mais 13 municípios. A região oferece também opções de roteiros náuticos, mergulhos em bancos de corais e naufrágios. Alguns lugares como a Igreja do Bonfim, Elevador Lacerda, Forte de São Marcelo, Mercado Modelo e as cidades do Recôncavo valem a pena conhecer.

Chapada Diamantina
Região serrana onde nascem os rios que formam as principais bacias do Estado, geograficamente é o coração da Bahia. Possui poços, piscinas naturais e uma vegetação que mescla espécies de cactos da caatinga com bromélias, orquídeas e sempre-vivas. Inúmeras cachoeiras, rios, grutas e cânions completam o visual. A saga do garimpo é representada nos becos e nos casarões seculares das cidades de Lençóis, tombada pelo patrimônio histórico e artístico nacional. Rio de Contas, Andaraí, Mucugê e o distrito de Igatu formam “as cidades de pedras”.

A gruta da Pratinha, no município de Iraquara, possui um tom azulado e águas cristalinas que emprestam uma beleza especial. Entre os principais pontos turísticos de Mucugê, está o cemitério de Santa Isabel, construído no final de século XIX, que chama a atenção pelo estilo bizantino. O município de Rio de Contas reúne atrativos como o Pico das Almas, um dos pontos mais altos da Bahia e a cachoeira do Fraga, além da ponte do Coronel e o povoado de Mato Grosso. Na Chapada estão os três pontos mais altos de todo o Estado: o Pico das Almas, o do Itobira e o do Barbados. Na região estão também a Cachoeira da Fumaça, com 420 metros de queda livre, e o Poço Encantado.

Costa das Baleias
O maior atrativo da região é o Parque Nacional Marinho dos Abrolhos, primeiro parque brasileiro do gênero que abriga um conjunto de recifes de corais, com destaque para um dos corais mais raros do local, o Cérebro, as ilhas vulcânicas, os manguezais, os canais de maré e uma das maiores concentrações de peixes por metro quadrado do planeta. Entre os meses de julho e novembro é possível vislumbrar o balé aquático das baleias jubarte e explorar navios naufragados e cavernas submarinas. A Costa das Baleias abrange os municípios de Alcobaça, Prado, Caravelas, Nova Viçosa e Mucuri.
Em Caravelas e Alcobaça casas, igrejas e sobrados destacam o estilo colonial português. Conhecer as vilas Cumuruxatiba, em Prado, é vislumbrar as falésias e coqueirais surpreendentes da região. Em Corumbau, há uma enseada de águas tranqüilas, propícia para banho e mergulho.

Costa do Cacau
Esta faixa litorânea no sul do Estado, situada entre os municípios de Ilhéus e Canavieiras, é famosa por ser um centro de turismo de negócios, belas praias, ecoturismo e pesca oceânica. A variedade da vegetação, abrange desde a Mata Atlântica nativa, grandes áreas de manguezal, até belíssimas fazendas de cacau. As cidades de Ilhéus, Itabuna, Canavieiras, Itacaré, Una, Santa Luzia, Camacã e Uruçuca, disponibilizam opções de turismo de lazer e praias, esportes náuticos, turismo rural, turismo de eventos e de negócios, esportes radicais e ecológico.

Entre os roteiros turísticos da região destacam-se cavalgadas nas praias, passeios de barco pelo delta de Ilhéus ou na barra do rio Pardo, uma estação de águas na Estância Hidromineral de Olivença, uma visita ao Projeto de Preservação do Bicho-Preguiça ou uma energização nas areias monazíticas de Canavieiras. As praias preferidas pelos visitantes são Tiririca, Concha, Engenhoca, Jeribucaçu, Havaizinho e da Costa. Mas quem aprecia e pratica o surfe a melhor opção é Itacaré, pelas ondas que possui. O Rio de Contas é utilizado para a prática do rafting, completando o roteiro para os aventureiros. Em Canavieiras, o destaque é a pesca do Marlin Azul, um dos peixes mais cobiçados na pesca esportiva. O Teatro Municipal, a Catedral de São Sebastião, a Casa de Cultura Jorge Amado e o Bataclan, estão em Ilhéus e contam um pouco da história do município.

Costa dos Coqueiros
Situada no litoral norte da Bahia, a Costa dos Coqueiros destaca-se pelos 193 quilômetros de praias, sol, belezas naturais, riquezas culturais, ecoturismo, turismo náutico e de aventura e misticismo. Sete municípios fazem parte da região sendo eles: Lauro de Freitas, Camaçari, Mata de São João, Entre Rios, Esplanada, Conde e Jandaíra. Os turistas podem desfrutar de uma grande variedade de hotéis e estrutura turística, podendo visitar os locais místicos e rústicos como a aldeia hippie, em Arembepe, com as casas de palha, vida comunitária e venda de artesanato. Durante todo o ano são realizados campeonatos de surfe, windsurfe, vôlei, futebol de areia, vela, skate, patins, mergulho, pesca, cavalgadas e caminhadas.

Na Praia do Forte está localizada a sede do Projeto Tamar, de preservação das tartarugas marinhas, onde existem tanques com animais de tamanhos diferentes e aquários pequenos. Há também um museu com cascos e esqueletos de tartarugas, mostrando as espécies existentes no Brasil. Cascatas e corredeiras de água doce que vão de encontro ao mar, são encontradas em Imbassaí. Arembepe sedia outra base do Projeto Tamar, sendo um dos pontos de desova das tartarugas marinhas. O Castelo Garcia d´Ávila, uma edificação histórica única em estilo medieval nas Américas, a observação de baleias e as trilhas da Reserva de Sapiranga são roteiros imperdíveis.

Costa do Dendê
Localizada no baixo sul do Estado, a Costa do Dendê surpreende pelo verde, águas cristalinas, ilhas, baías, recifes de corais e fauna multicolorida. A gastronomia, uma das mais saborosas da região, feita com o puro azeite de dendê, extraído e preparado artesanalmente, oferece pratos típicos como o bobó de camarão, a mariscada e o catado de siri. Os municípios de Valença, Cairu, onde se localiza a internacional vila de Morro de São Paulo, Camamu, Taperoá, Ituberá e Península de Maraú, onde fica a vila de Barra Grande compõem o local. Valença possui forte tradição de navegação e abriga os principais estaleiros navais da Bahia. O Morro de São Paulo, ideal para mergulhos, pesca, natação, caminhada, cavalgada, banho nas piscinas de água salgada ou na fonte de água doce é o principal povoado da ilha de Tinharé e centraliza junto com Valença as principais atrações da Costa do Dendê.
Na península de Maraú existem 40 quilômetros de praias primitivas, piscinas em arrecifes de coral, coqueiros, cachoeiras, ilhas e o mangue. O potencial natural do município tem na localidade de Barra Grande seu principal núcleo turístico. A baía de Camamu, terceira maior do Brasil, é cercada de manguezais, coqueirais e Mata Atlântica. É ideal para a prática de esportes náuticos, turismo ecológico e camping selvagem. Em Taipu de Fora é possível praticar trekking. A aventura continua com o rafting no Rio das Almas e na Cachoeira da Pancada Grande, ponto alto do roteiro.

Costa do Descobrimento
Formada pelos municípios de Porto Seguro, Arraial d´Ajuda, Trancoso, Caraíva, Santa Cruz Cabrália e Belmonte, são 150 quilômetros de praias, enseadas, baías, falésias, rios e riachos. As principais atrações ficam por conta do berço da história do Brasil, da cultura com forte influência indígena e da vida noturna à beira mar. É atualmente o segundo destino turístico da Bahia em número de visitantes.
Porto Seguro é perfeito para quem deseja conhecer as primeiras páginas da história do Brasil, praticar ecoturismo e esportes radicais, passear, comer bem e relaxar. Destaca-se a vida noturna na Passarela do Álcool onde ficam dezenas de barracas de bebidas típicas como os coquetéis de frutas e "roscas", bebidas feitas com frutas e vodka.

Também alcançam lugar de destaque na região Trancoso e Arraial D’Ajuda. O primeiro é ideal para quem procura o descanso, com um belo cenário de praias, rios, mata e coqueiral. O segundo é o maior povoado internacional de Porto Seguro, e ficou conhecido internacionalmente pela sua simplicidade elegante. Outro destino famoso por ter sido celebrada a primeira missa no Brasil é Santa Cruz Cabrália que possui um centro turístico com alta infra-estrutura. Entre os seus atrativos está a Coroa Vermelha, local da celebração e marco do Descobrimento. O contato com a cultura e costumes indígenas é feito na Reserva da Jaqueira e em Belmonte as opções variam entre um passeio histórico pela cidade, a pesca do robalo ou um passeio pelo delta do Jequitinhonha, maior rio da região. Recife de Fora, Coroa Alta e Trancoso estão entre os passeios de escuna com duração de um dia. Os turistas não podem deixar de visitar a isolada vila de Caraíva, um paraíso de praias intocadas entre o mar e a Floresta Atlântica, reconhecida como Patrimônio Mundial Natural pela UNESCO.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Você no Blog Nordestinos Paulistanos
jornalista cidadão.
Envie textos
fotos,
vídeos
Cultura,história da cidade,causos,linguajar,poesia,cordéis e muito mais.

TV Nordestinos Paulistanos

Mais Acessadas