BUSCAR

27 de maio de 2014

Conto Nordestino: A lenda do canavial


Há uma lenda antiga no sertão que diz o seguinte…

Certa vez, Jesus Cristo passava por uma estrada, uma vereda, em um dia de sol muito forte. A caminhada longa lhe deixara faminto e morrendo de sede. No meio do caminho ele avistou um canavial e resolveu sentar-se numa sombra entre as folhas, aproveitando a sombra, descansando, chupando pedaços da cana e matando sua fome. Ao sair, abençoou as canas, prometendo que delas o homem havia de tirar um alimento bom e doce.

No outro dia, na mesma hora, o diabo saiu do fogo do inferno, com os chifres e o rabo queimados pelas labaredas. Trotando pela estrada, foi dar no mesmo canavial. Mas, desta vez, as canas soltaram pelos e o caldo estava azedo, e queimou-lhe a garganta. O diabo, furioso, prometeu que da cana o homem tiraria uma bebida tão ardente como as caldeiras do inferno.

Sendo assim, da cana se tira o açúcar, bênção de Nosso Senhor, e a cachaça, maldição do diabo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria? Deixe seu comentário.

Solução Em Serviços